You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.

EU VIVO. NÃO CONTO O TEMPO

Portadora de doença pulmonar grave, Karine Barcelos desafia a curta expectativa de vida.

 A convivência com expectativa de vida que beira 40 anos, a necessidade de tomar dez remédios por dia e sete internações em sequência por dificuldade de respirar. O término da faculdade em 2011, o primeiro emprego em 2012 e a conclusão de uma trilha de cinco quilômetros em Paraty, sempre com sorriso estampado, até quando o fôlego desafiou o passeio.

Karine Barcelos, 24 anos, é portadora da doença genética ainda sem cura chamada fibrose cística e a protagonista das duas histórias descritas acima. Ela, gosta de dizer, é a comprovação de que um copo com água pela metade pode ser “meio cheio ou meio vazio”, depende apenas de quem olha.

Fonte: Saúde - iG

Leia a Matéria Completa >